Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Explorando a ilha de Moyenne, considerada o menor parque nacional do mundo

Ilha de Moyenne

O que você faria com uma ilha só sua? Brendon Grimshaw transformou sua fantasia em uma realidade maravilhosa ao comprar a ilha de Moyenne. Uma reserva de flora e fauna, abrigando principalmente mais de 100 tartarugas terrestres, o único habitante humano vigiando um paraíso de beleza ameaçada.

Veja mais: 6 ilhas para conhecer em San Blas
Veja mais: 5 destinos para se visitar nas Ilhas Canárias

Explorando a ilha de Moyenne

Como conheceu a ilha de Moyenne

Grimshaw, comprou a ilha por meros 8.000 libras em 1962. Aventureiro apaixonado pela natureza e pelas viagens, sempre quis uma ilha para chamar de sua. Sendo assim, foi muito atraído pelos belos lugares em Seychelles, vitrines por anos em todas ilhas do Oceano Índico.
Dessa forma, conheceu a ilha de Moyenne, com seus míseros quatro tipos de árvores tão crescidas que você não conseguia nem passar pela praia e arbustos tão densos que os cocos nunca conseguiam atingir o chão. Foi um longo e difícil caminho para o paraíso. Mas com a ajuda de um parceiro, Rene Antoine Lafortune, e muitas desventuras (tempestades tropicais e tubarões) Grimshaw transformou a ilha selvagem em uma linda reserva.

Transformação da ilha

A Ilha Moyenne, que já foi uma pilha de arbustos desleixados, No entanto, agora abriga 16.000 plantas e árvores, mogno, palmeira, manga e mamão que ele transferiu meticulosamente para atrair a hoste de pássaros nativos que vieram das ilhas vizinhas. Os caminhos da natureza serpenteiam dentro e fora da vida vegetal, deixando espaço para os visitantes explorarem, e explorarem, desde que se lembrem de que as tartarugas têm o direito de passagem.
Grimshaw transportou e criou cerca de 120 tartarugas na ilha, e elas vagam livremente. Mas, muitas delas provavelmente foram destruídas nas outras ilhas pelo desenvolvimento e humanos descuidados. Enquanto sob os cuidados de Grimshaw, eles floresceram. Entretanto, até hoje, os visitantes são lembrados por uma placa que diz: “Por favor, respeite as tartarugas. Eles provavelmente são mais velhos que você”

Vida selvagem na ilha

Dar vida à ilha foi a maior realização de Grimshaw. Seus esforços valeram a pena: a ilha foi declarada parque nacional. Grimshaw recebeu uma oferta de até US$ 54 milhões pela propriedade, mas recusou teimosamente, convencido de que qualquer comprador destruiria seu paraíso das tartarugas e o transformaria em outro grande resort hoteleiro. Agora é regulamentado com segurança como o menor parque nacional do mundo e também possui a distinção de ter mais espécies por metro quadrado do que qualquer outro parque nacional existente. Grimshaw narrou sua vida como editor aventureiro e sua transformação de Moyenne no livro Grain of Sand .

Veja mais: 6 ilhas para conhecer em San Blas
Veja mais: 5 destinos para se visitar nas Ilhas Canárias

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.